Minhas impressões: "A hospedeira " da @Intrinseca

Oi pessoal ainda estou me adaptando com o ritmo de fazer resenhas dos livros que ando lendo, prometo tentar postar mais por aqui. Hoje postarei sobre "A hospedeira", da Intrinseca, já faz algum tempo que eu li esse livro e simplesmente me apaixonei...

Sinopse Oficial:

Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.

Quando Melanie, um dos humanos “selvagens” que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a “alma” invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.

Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano, a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.


Minhas impressões:
Desta vez Stephenie traz um romance paranormal envolvendo alienigenas que acontece em nosso planeta.
Tem um toque de ficção científica, com almas que invadem corpos humanos em uma tentativa de dominar a Terra e um romance explorado de forma mais madura, com uma leitura que começa confusa, fazendo com que a gente se perca um pouco com os diálogos, mais que muda quando Peg entra em ação. A partir desta daí a leitura flue muito melhor.
Em muitos momentos me senti no lugar de Peg e durante a leitura oscilava um pouco entre ela e a Melanie, afinal, são duas almas ocupando um mesmo corpo.
Melanie é uma guerreira, e fico pensando o quanto deve ser complicado dividir o seu corpo, seus pensamentos, sentimentos e emoções com outra pessoa, mesmo não querendo.
A história de amor é a mais louca possível, temos um quadrado amoroso em forma de triângulo. São quatro almas que vivem em três corpos.
Eu incorporei o livro, dei muitas risadas com as brigas entre Peg e Melaine, algumas risadas romanticas, me emocionei, chorei... chorei muito mesmo.
Sem contar spoilers, posso dizer que o final é super emocionante, e que o livro vale muito a pena ser lido.

7 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.