Minhas impressões: A Cruz de Morrigan - Nora Roberts @EditoraBertrand


Ler Nora Roberts é sempre um grande prazer para mim... ela se supera a cada livro que leio... este livro é diferente, mas nem tanto... Nora é exímia escritora... e até para descrever vampiros... e seu 'modus vivendi' nos surpreende.




Nora Roberts, a autora número 1 da lista de bestsellers do New York Times, presenteia o leitor com uma novíssima e extraordinária trilogia — um épico que rompe as barreiras entre a realidade e o sobrenatural, ao mesmo tempo em que forja paixões entre homens e mulheres envolvidos numa batalha pelo destino da humanidade.


Extravasando seu sofrimento à tempestade, Hoyt Mac Cionaoith esbraveja contra a força do mal que o separou do irmão gêmeo. Essa força se chama Lilith, uma vampira demoníaca. Nascida há milhares de anos, ela atrai um número incontável de homens, devastando-lhes a alma com seu beijo maligno. Poderá Lilith ser detida antes que finalmente consiga dominar o mundo?





Sobre a Trilogia:


"Pela primeira vez, Nora Roberts ousa invadir a realidade dos vampiros. Estarão as forças do bem preparadas para a batalha final?
Ou mergulharemos definitivamente nas trevas?

Somente Nora - e sua infinita capacidade de tocar os corações dos leitores, de emocionar milhões de fãs ao redor do mundo - poderia conduzir uma saga como esta.
Você nunca viveu nada igual!"

"A Trilogia do Círculo é um épico que rompe as barreiras entre a realidade e o sobrenatural, ao mesmo tempo que forja paixões entre homens e mulheres envolvidos numa batalha pelo destino da humanidade."

A Cruz de Morrigan é o primeiro livro da Trilogia do Círculo... nesta série de livros... Nora demonstra a sua capacidade de criar mundos encantadores... sejam de humanos... seres mágicos, como bruxas e feiticeiros... e ainda seres malignos como os vampiros que estão nesta trilogia.



Minhas impressões:


A Cruz de Morrigan é uma estória de Magia, AMOR, aventura com humanos... um feiticeiro (Hoyt) ... uma bruxa (Glenna) ... uma  erudita (Moira)... uma mutante (Larkin)... um (a) guerreiro(a) (King ou Blair?) e aquele que Hoyt perdeu... o vampiro (do bem)... Cian... seu irmão gêmeo... que foi transformado em vampiro por Lilith... a maligna ‘rainha’ dos vampiros...

A estória começa no século XII... quando Hoyt procura Lilith para vingar a ‘morte’ de seu gêmeo Cian... e a confronta... mas não consegue êxito... e então é recrutado por Morrigan... uma deusa... que diz a ele que ele tem uma luta a ser travada no futuro e que ele precisa abandonar sua família e encontrar outras 5 pessoas para se prepararem para a Batalha Final... contra o mal... eles juntos irão formar o círculo de 6... o primeiro que ele tem que encontrar é o seu irmão... mas no futuro... e outros irão os encontrar...

Morrigan entrega a Hoyt sete cruzes (forjadas pelos deuses em fogo mágico) para proteção de sua família que ele deixou para trás no século XII com direção ao século XXI...

" - Forjado pelos deuses, pela luz da lua e do sol. Símbolo e escudo, simples e real. Em nome da fé, da lealdade, recebas esta dádivas contra o mal. A magia delas sobreviverá ao banho de sangue, teu, meu, de todos em geral.
....
- Estas cruzes irão protegê-los. Eles deverão usá-las sempre, dia e noite, do nascimento à morte. Assim, saberás que estarão a salvo quando os deixar."

Glenna o encontra... antes dele se encontrar com Cian... hoje Cain... e depois eles se unem em New York e partem com King... que eles acham que é o guerreiro que Morrigan falou... para a Irlanda... Terra dos irmãos e onde devem treinar e se encontrar com os outros... Moira e Larkin se unem a eles... e depois que algo acontece... aparece Blair que eles descobrem ser o guerreiro que eles precisavam encontrar...

O livro é repleto de aventura... e quando Hoyt e Glenna descobrem o AMOR que os une é mágico, como eles... as luzes se alteram quando estão juntos... a forma como Nora Roberts descreve os encontros amorosos dos dois... é mágico... é uma poesia... o final do livro é encantador... quando se concretiza o círculo... de amizade, parceria e lealdade... além do ritual de Hoyt e Glenna...

Para quem gosta de seres fantásticos como vampiros... fadas... bruxas... é um bom livro para iniciar pelo mundo mágico de Nora Roberts.

Ao ler 'A Cruz de Morrigan' me lembrei da Trilogia da Magia... também de Nora Roberts... onde o Círculo é de três... três bruxas encantadoras... e seus amores...

Já estou ansiosa pela continuação da Trilogia do Círculo... 'O Baile dos Deuses'


Crítica:

Tenho uma única crítica... que não é ao livro... é à capa brasileira... não gosto de capas com ‘sangue’ escorrendo... acho que o livro tem muito pouco a ver com Lilith para que a capa tenha que ter uma vampira com sangue escorrendo...
Vejam a capa original... acho que a capa brasileira poderia ter sido algo mais mágico... como o livro...


Citações:
Meu Deus... citar poucas coisas deste livro vai ser difícil... vou tentar selecionar as mais emocionantes... o livro é todo emocionante...

"O nome de sua tempestade interior era luto.
Era o luto que faiscava em seus olhos tão bravios e azuis quanto os riscos que os relâmpagos deixavam no céu. E a intensidade de seu sofrimento jorrava da ponta de seus dedos, raios vermelhos e dentados que fendiam o ar com trovoadas que ecoavam como mil tiros de canhão." pag 11

"Para sempre, aquela noite seria conhecida como a Noite dos Lamentos, e aqueles que ousavam falar dela falavam do feiticeiro que ficou de pé no alto do rochedo, com a chuva de sangue encharcando seu manto e descendo por seu rosto magro, com lágrimas da morte, enquanto ousava provocar tanto o céu quanto o inferno.Seu nome era Hoyt e sua família, os Mac Cionaoith, que todos dizian descender de Morrigan, deusa e rainha das fadas." pag12

"A luz parecia sair dela. Seus cabelos tinham o vermelho-fogo de uma guerreira e lhe caíam sobre os ombros em ondas sedosas. Seus olhos eram verdes como o musgo da floresta e pareciam suaves agora, com o que poderia ser entendido como piedade. ... Embora fosse a deusa da guerra, não usava armadura nem carregava espada.
Chamava-se Morrigan" pag 21

 "Há uma batalha pela frente, a maior de todas elas. O bem contra o mal. Precisas reunir forças.....Precisas sair daqui e ir para outro lugar e depois para outro. Algumas pessoas se unirão a ti; outras, terás que procurar. A Bruxa, o guerreiro, a erudita, aquele de múltiplas formas e o que perdeste....- Um círculo de seis, tão forte e genuíno quanto o exército de um deus. Quando esse círculo se formar, outros já poderão ter se formado. Vós ireis ensinar e aprender, e serei maiores do que a soma dos seis. ... A batalha começa no Festival de Samhain. E tu, meu rapaz, és o primeiro que escolhi." pag 22 e 23

"O amor que sentes por tua família é parte do teu poder e eu não te pedirei para virar as costas para ela. Não pensaras com clareza se não tiveres certeza de que eles estarão bem." pag 23 

"Achou que foi Morrigan que lhe apareceu, pois era bonita tinha os cabelos tão reluzentes quanto o fogo. Eles caíam retos como a chuva, as pontas tocando os ombros. Vestia preto, uma indumentária estranha, devassada o bastante a ponto de deixar os braços nus e mostrar o volume dos seios por cima do corpete. Em volta do pescoço, exibia um pentagrama com uma pedra da lua ao centro.
...
A exaustão e a valeriana que ela misturara ao chá fizeram a cabeça de Hoyt tombar de novo. Ela mudou de posição, de forma que pudesse deitar a cabeça dele em seu colo. Então, acariciou-lhe os cabelos, mantendo os olhos no fogo.
- Você não está sozinho - murmurou. - E acho que nem eu." pag 32 e 33

 "- Tu me subestimas. Tenho muito mais do que chances. Não importa se um ano ou um milênio se passou, ainda és meu irmão. Meu irmão gêmeo. Meu sangue. Tu mesmo disseste, tudo tem a ver com sangue." pag 51

" - Como eu disse, vou me satisfazer primeiro. Para seu conhecimento, não me alimento de sangue humano há oitocentos anos. Melhor, setecentos e cinquenta anos, já tive recaídas." pag 52 (Cian...me lembrou Carlisle e família Cullen... um vampiro bom... que não se alimenta de sangue humano... perfeito... ansiosa por seu livro... que será o terceiro... 'O Vale do Silêncio')

"Nenhum de nós deixará este lugar desacompanhado. Nenhum de nós. Já que vamos ficar juntos, começaremos agora. Nossas vidas estão nas mãos um do outro, e não somente nossas próprias vidas." pag 81

" E de nada importava que fosse adorável, que, quando sorrisse, desse início a algo que parecia um fogo lento ardendo no centro de seu coração.
De nada importava - não podia importar - que, quando olhasse para ela, quisesse tocá-la.
Ele se ocupou dos livros, retribuiu o silêncio dela com o seu e se repreendeu pelo comportamento inadequado.
Então, o ar foi invadido por um aroma sedutor. Ele a olhou de relance, imaginando se estaria experimentando uma de suas magias femininas. Mas Glenna estava com as costas viradas para ele quando se pôs na ponta daqueles adoráveis pés descalços, para pegar uma xícara no armário.
Era o jarro, percebeu ele, cheio agora de um líquido escuro e fumegante, com um aroma atraente.
...
Para satisfazer à própria curiosidade, ele se levantou, foi até a cozinha e pegou outra xícara. Serviu-se do líquido preto, como ela o havia feito, cheirou-o - não detectou veneno - e bebeu-o.
O efeito foi eletrizante. Como um choque elétrico, tanto forte quanto saboroso. Potente como o drinque - o martíni -, da noite anterior. Mas diferente." pag 82/3

"Acho que eu não conseguiria amar o suficiente para abrir mão do que sou. Eu precisaria ser muito amada para ser aceita do meu jeito.
- Mágica poderosa." pag 89
(Conversa entre Glenna e Hoyt)

" - Ele tinha alguém no passado? Uma mulher, uma garota?
- Não. Ele olhava, apalpava e teve algumas mulheres. É um feiticeiro, não um padre. Mas nunca me falou de ninguém especial. Nunca o vi olhar para nenhuma garota do jeito que olha para você. Para o seu azar, Glenna, se me permite dizer. Mas os mortais são uns tolos quando o assunto é amor." pag 106
(Cian e Glenna conversando sobre Hoyt)

"- Vou me fortalecer. Você sabe como usá-la. Você, o Hoyt e você - disse para King. - Se vocês estão achando que vou ficar parada, mexendo um caldeirão quando chegar a hora de lutar, é bom pensarem melhor. Não fui trazida para cá para ter homens me protegendo. Não recebi este dom para ser covarde." pag 131 


"Moira aguardou o momento certo para falar. Em circunstâncias normais, teria considerado a si própria uma convidada e agido como tal. Mas sabia que estava longe de ser o caso. Ela e Larkin eram soldados agora e no que parecia constituir um exército muito pequeno." pag 137

"Não tenho respostas. O que sei é que Cian não pediu o que aconteceu com ele, todos esses anos atrás. Sei que ele nos ajudou a chegar aqui, e que foi o primeiro a sair de casa para lutar por você quando te viu através do fogo. Sei também como você está sentindo." pag 142/3

" - Estamos reunidos - começou Hoyt - e teremos que reunir outros mais em algum momento a ser ainda determinado. Mas é para começar conosco, e assim foi feito. Amanhã, começaremos a treinar, a aprender. Cian, és o que melhor sabe como derrotá-los. Ficarás no comando. Glenna e eu ficaremos com a magia.
...
Precisamos encontrar nossas forças e nossas fraquezas. Precisamos estar prontos para quando a batalha final chegar.
- No mundo de Geall - disse Moira -, no Vale do Silêncio, nas Montanhas Enevoadas. No sabá de Samhain. - Evitando olhar para Cian, ela olhou para Hoyt. - Morrigan mostrou-me." pag 143


"Ele a levou de volta para a cama, puxou-a para perto de si. Como ela ainda tremia, e como ele conseguiria tranquilizá-la, passou a mão pela cabeça dela. E, gentilmente, induziu-a ao sono. pag 161

"Ele havia apagado a velas, mas deixara o fogo ardendo baixo na lareira. Gentil da parte dele, pensou Glenna, ao se sentar na cama e puxar o cobertor até os ombros. Ele fora amável e muito gentil. E lhe dera exatamente o conforto e segurança de que ela precisara." pag 162

 "A luz queimara com muita intensidade e fulgor, com bastante calor e, ainda assim, não queimara a sua pele. Ele levantou a mão e examinou-a. Sem marcas. Trêmulas ainda, teve de admitir. Mas sem marcas.
A luz o preenchera, mas não o consumira. Ela o unira de tal forma a Glenna que fora quase como se eles tivessem se tornado uma pessoa só, uma única força.
Uma força poderosa e fantástica." pag 185


"- Não somos unidos e, enquanto não formos, estaremos perdidos. Poderemos treinar e nos preparar durante todas as horas de todos os dias e nunca vencer. Porque, isso foi o que disseste, temos um inimigo comum, mas não um propósito comum.....- Por que estás aqui, Glenna?- Estou aqui porque, se eu não lutar, se eu não tentar, tudo o que temos, somos e conhecemos, cada um de nós, poderá estar perdido. Porque o que existe dentro de mim me diz para estar aqui. E, acima de tudo porque o bem precisa de soldados que lutem contra o mal.Isso sim, isso é que era mulher, pensou ele. Envergonhou todos os outros.- A resposta. A única que existe. E só ela conhece. Somos necessários. Mais fortes do que valor ou vingança, lealdade ou orgulho. Somos necessários. Será que podemos nos dar bem e fazer com que isso aconteça? Não em mil anos, tampouco com mais mil de nós para brigar. Somos os seis, o início. Não podemos mais ser estranhos uns aos outros." pag 193


"- Vamos ser humanos. Pelo que nos resta da noite, vamos ser humanos, pois não quero ficar sozinha no escuro." pag 203


"Aproximou-se dele, vendo seu olhar descer para sua boca e ali se demorar, antes de retornar. Sentiu o hálito dele se misturar com o seu, o coração dele bater contra o seu. Assim ficaram por um momento infinito, até que seus lábios se encontraram. E eles se afundaram um no outro." pag 204

"Paixão e poder açoitaram os dois, levando-os à beira da loucura. Ainda assim, ela o entrelaçou com as pernas, encarando-o mesmo enquanto lágrimas atribuíram brilho aos seus olhos.
Um vento agitou-lhe os cabelos, que ficaram brilhantes como fogo em contraste com a cama. Ele a sentiu encolher-se sob si, tencionar-se como um arco. Quando a luz explodiu por seu corpo, tudo o que Hoyt pode fazer foi sussurrar o nome dela." pag 206

"Cian lançou um olhar enviesado para Hoyt. Lembranças, o prazer há tanto tempo contido de estarem os dois juntos percorreu-lhe o corpo." pag 230 

"- Acho que o destino te pôs aqui, Glenna, para me ajudar a compreender que não há somente morte, sangue e violência. Que também há beleza e bondade no mundo. E eu tenho essas coisas. - Passou os braços por seu corpo. - Tenho-as aqui comigo." pag 238 

"- Eu te valorizo quase mais do que consigo suportar. Já perdi muito até agora. Vi meu irmão, aquele que dividiu comigo o útero de minha mãe, ser capturado. Fiquei frente a frente com os túmulos de minha família. Não verei seres morta por essas coisas... tu, meu único raio de luz em tudo isso. Não irei arriscar a tua vida de novo. Não irei ficar em frente ao teu túmulo." pag 266

"- Porque tu és tudo o que vejo, tudo o que quero. Acho que, se eu tiver de viver cinco minutos num mundo sem ti, isso seria uma eternidade. Não posso encarar a eternidade sem ver o teu rosto. - Roçou os dedos em sua face. - Sem ouvir tua voz, sem te tocar. Acho que, se fui enviado para cá, para lutar esta guerra, também fui enviado para cá para te encontrar. Não apenas para lutar. Mas para me abrir, Glenna." pag 282 ( para saber a resposta de Glenna a esta declaração de amor... terão que ler o livro).

"Cian os observava da janela do quarto. O amor brilhara e tremulara em torno deles com uma luz que, por pouco, não lhe queimara a pele, não lhe cegara os olhos.E assediara um coração que há quase mil anos não batia." pag 283 

"- As necessidades humanas não deixam de existir. Elas apenas se fortalecem, assim parece, com a ameaça do fim dos dias." pag 342

"- O círculo está formado." pag 358

"Levantaram um brinde ao amor, à magia verdadeira que surgira das trevas e da morte." pag 359 


Assista ao booktrailer preparado pelo Nora Roberts Brasil



Leia mais uma resenha do livro 'A Cruz de Morrigan' feita por nossa colaboradora Paty (@paros28) e postada no blog 'Guardiã da Meia Noite'.

Marcador, feito pela Paty

Fiquem atentos... porque hoje ainda vou divulgar uma PROMOÇÃO deste livro... mais uma promoção em parceria com o Grupo Editorial Record... agora com o selo Bertrand... que tanto amo!

24 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.