Minhas impressões: Traição Mortal (#12) - J. D. Robb (Nora Roberts) @EditoraBertrand

Falar da ´serie Mortal... é uma repetição de: …amo Nora Roberts... amo Eve Dallas... amo Roarke... mas é impossível para mim não dizer isso... e sei que quem conhece a série concorda comigo...




Este é o 12º livro da Série... e como disse minha amiga Patrícia Butzke:"Eu sempre fico pensando 'esse livro não deve ser tão bom quanto os outros' porque né...Mas simplesmente isso nunca acontece! Fico de cara :O" ... Nora Roberts (J. D. Robb) consegue fazer um livro melhor ou pelo menos tão bom quanto o anterior...




Traição mortal (Série Mortal - Vol. 12) 
 Autor: J. D. Robb ISBN: 8528613917 Gênero: Romance estrangeiro Coleção: Série Mortal Páginas: 420 Formato: 16 X 23 cm Editora: Bertrand Brasil Preço: R$ 49,00

Sinopse


Ao investigar um homicídio cometido num ambiente que lhe é bem familiar — um hotel de seu marido —, a detetive Eve Dallas se vê diante de um assassino que aprecia de forma muito especial as coisas sofisticadas da vida... e da morte.
No luxuosíssimo Roarke Palace Hotel, uma camareira entra na suíte 4.602 para a habitual troca de lençóis e toalhas, mas enfrenta o seu pior pesadelo. Um assassino a deixa morta, estrangulada por um fino fio de prata. É mais um ataque do assassino conhecido como Sly Yost, um apreciador de boa música, bons vinhos e... homicídios. Um assassino de aluguel que atua entre a elite. A tenente Eve Dallas o conhece bem. O problema é que, nesse caso intrincado, conhecer o assassino não a ajuda a elucidar o crime. Porque existe mais alguém envolvido. Alguém com motivos pessoais. E Eve é obrigada a enfrentar a aterrorizante possibilidade de que o alvo verdadeiro de tudo isso seja, na verdade, o seu marido Roarke.



Compre

Livraria Leitura
Submarino
Saraiva


Minhas impressões

Em Traição Mortal... os passados de Eve e Roarke mais uma vez vem mexer com seus sentimentos... mas os dois se conhecem tanto e tão perfeitamente que eles conseguem se ajudar mutualmente...

Vai acontecer um leilão de todas as peças usadas por uma atriz... por quem Roarke nutre um sentimento de amizade, mas acima de tudo de fã... foi ela... um filme que ele assistiu ainda criança que desenvolveu o amor de Roarke por filmes antigos (ele tem uma verdadeira cinemateca... um cinema com muitos filmes em sua casa)... e este leilão irá acontecer em um dos hoteis de Roarke... a segurança que está sendo preparada é enorme e só mesmo Roarke poderia fazer tão bem... mas acontecem dois assassinatos ( o primeiro dentro do hotel) de pessoas relacionadas (funcionários) a Roarke o que leva Eve e Roarke a pensarem em um desvio de atenção... claro que Eve ao perceber que Roarke iria interferir na investigação de qualquer forma... o coloca como Consultor civil (parece que vai virar moda)... e eles trabalham juntos... e junto da melhor equipe da polícia de NY (Peabody, Feeney, McNab e o Comandante Whitney)... mas o FBI desta vez atrapalha um pouco as coisas... porque o assassino (que não esconde sua 'cara') é um dos procurados pelo FBI, mas Eve é muito mais competente que eles... e descobre em dias... coisas que eles não descobriram em anos... claro que Eve sempre conta com a ajuda astuta e inteligente de seu marido....

Dessa vez... o assassino não se escondeu... já se sabe quem é... mas quem o contratou e por que?

Como o nome do livro diz 'Traição'... fiquei com receio que a tal traição fosse de Roarke... mas logo se percebe que não... o amor de Eve e Roarke é perfeito... mas é uma traição contra ele e alguns de seus amigos... fiquei tentando descobrir até o final quem seriam os traidores e os traídos...

Neste livro aparece um amigo de infância e trambicagem de Roarke Michael Conelly, o Mick, que ele achava estar morto... e a relação deles é muito interessante... engraçada e mostra o quanto as amizades da infância foram importantes para Roarke...

Além das amigas de Eve… Mavis, uma cantora que Roarke levou ao topo das mais tocadas… em um participação holográfica… e em outra que leva  sua amiga Trina, que sempre faz  Eve passar por um tratamento de beleza… corte de cabelo… além é claro de Nadine Furst a amiga jornalista de Eve que tem sempre as melhores e mais quentes noticias sobre os crimes…

Claro... que tem uma pequena (por mim poderia ser maior) parte da estória de Peabody e McNab... eles são tão fofos... espero que no próximo livro... eles se resolvam e se assumam... nesta parte, Eve mostra como se preocupa com a amiga (sua assistente) Peabody... e vice-versa....

Então... ainda não começaram a ler a Série Mortal????? Corram... se viciem nesta estória policial futurística... com um romance avassalador entre dois dos meus personagens preferidos de todos os tempos (Eve Dallas e Roarke).


Citações

"Roarke olhava para tudo em volta e, embora não fosse um tira, analisava e observava cada detalhe do mesmo modo e com a mesma atenção que a sua esposa." pag 14


"- Talvez eu esteja só querendo ficar de olho em você. - Por mim, tudo bem. - Ele pousou o cálice de vinho, foi até ela, segurou-lhe o rosto com carinho e deu um beijo em sua testa. - Esse caso vai ser difícil para nós dois. É melhor eu ir logo me desculpando com você pelas palavras duras que eu possa lhe dizer antes de tudo ser resolvido." pag 43


"Todos suspeitavam de que ele era um assassino de aluguel sem família, nenhum amigo, nem sócio, nem endereço certo. Sua arma de escolha era um fio de prata de lei, quase pura. Mas algumas das vítimas com morte atribuída a ele tinham sido estranguladas manualmente, com echarpes de seda ou cordões de ouro." pag 50


"Por que alguém contrataria um assassino profissional que todos os policiais dentro e fora do planeta identificariam em poucas horas para fazer o serviço? Por que tudo seria planejado para acontecer em um hotel que é um marco de nossa cidade, algo que certamente faria a mídia sentir o cheiro longe e vir correndo, babando diante do material suculento?" pag 77


Agora uma parte... que comprova que todo mundo... no planeta inteiro é apaixonado por Roarke...

" - Eve, vou ser obrigada a confessar que estou desesperadamente apaixonada pelo seu marido. Espero que você não me leve para a cadeia por esse delito.
- Se isso fosse crime neste Estado, eu estaria com três quartos da população feminina de Nova York atrás das grades." pag 101

Descordo de Eve nesta questão... ela teria que 'enjaular'... todas as mulheres do planeta que conhecem a Série Mortal... inclusive eu e tantas outras alucinadas por Roarke...


"... Não sou tão boa quanto você nessa história de equilibrar as preocupações com alguém que eu amo e o meu trabalho.- Pois eu vou argumentar com uma afirmação que vai lhe soar muito familiar, pois vive saindo da sua boca. Eu sei cuidar de mim mesmo.....A raiva que parecia arranhar a garganta dele e a ardÊncia que parecia envolver-lhe o coração cedeu um pouco. Ele fechou os olhos e se deixou consolar.Durante todas as aflições e dores da sua vida nunca houve ninguém que lhe oferecesse ao menos o conforto da compreensão. Aquilo o inundou, levou embora a maior parte do pesar e o deixou mais firme, por ora." pag 153

"Eve acordou primeiro, ainda enroscada nele, no instante em que a escuridão da noite começava a se dissipar. Ficou quietinha para não perder a rara oportunidade de vê-lo dormindo.O amor a inundou, sem avisar, como muitas vezes acontecia. Não era aquele sentimento constante, diário, ao qual ela se acostumara, mas uma espécie de calor, como um gêiser que acabara de entrar em erupção dentro dela, enchendo-a com muitas sensações não identificáveis individualmente.Deleite, confusão, possessividade, desejo e uma espécie de convencimento que lutava lado a lado com a perplexidade." pag 209

"- Peabody... - Eve sentiu que chegara a parte que ela mais ia odiar nessa história de ser amiga e dar apoio. - Eu não sou boa nessa coisa de relacionamentos.- Como é que você pode dizer uma coisa dessas, Dallas? Você e Roarke são... São perfeitos.- Não, ninguém é perfeito. Nós estamos fazendo a coisa funcionar. Para ser franca, ele é quem faz a maior parte do trabalho nessa área, mas eu corro atrás. Ele é o único homem com quem eu tive um relacionamento de verdade em toda a minha vida." pag 283

"... Você acha que ele vai colocar o rabo entre as pernas e se esconder? Acha que justamente no momento em que você está nesse sufoco ele vai se mandar para a Suíça e ficar cantando 'orilê-i-ti' para as montanhas, ou sei lá o que eles fazem lá?" pag 340

"Mesmo assim ela esperou até Roarke atravessar a garagem ao longo de vários veículos comuns, na direção de Summerset.- Isso parece coisa de família, né? Pai e filho - disse Peabody, ao entrar na viatura. - Ei! Isso torna você uma espécie de nora de Summerset.O horror de ouvir isso deixou Eve pálida e ela colocou a mão sobre o estomâgo.- Credo, Peabody, agora eu senti até enjoo." pag 345

"Ele fora ferido pela vida, foi o que dissera, e Deus era testemunha de que ela também o fora muito. No entanto, de algum modo, ambos curavam um ao outro, continuamente.Não havia passado quando eles estavam juntos." pag 386

"- Não quis ofendê-la, minha maravilhosa e linda tenente." pag 420










O próximo livro... claro já se encontra preparado... para a leitura....  'Sedução Mortal'...

Não deixe de ir à nossa página especial Nora Roberts... onde você encontra todos os livros da Série Mortal... na ordem de publicação e com suas resenhas já postadas aqui no Fotos e Livros.

5 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.