Minhas impressões: A Mecânica do Coração - Mathias Malzieu @galerarecord

Não sei como começar esta resenha... o livro é muito bem escrito... me cativou desde a resenha da Aninha no iCultgen, então... pedi para a Galera me enviar... mas como vocês bem sabem... minha fila... está enorme... atrasei um pouco com sua leitura...

Não deixem de ler a resenha da Aninha... que ficou zilhões de vezes melhor que a minha...




Sinopse



Minhas impressões

O livro é fininho... fácil de ler... cativante... romântico... mas com uma 'aura' um pouco sombria... a história começa com o nascimento de Jack... na noite mais fria do mundo... e seu coração... quase não aguentou... então a parteira Dra. Madeleine, uma mulher que vive isolada no alto de um morro em Edimburgo, em 1874... e que também além de parteira... é médica... curandeira... bruxa... coloca um coração de madeira ligado ao coração do menino... Jack... o pequeno Jack... o filho de uma menina... que o entregou para a adoção... mas o pobrezinho, por causa do seu tic-tacquear constante... nunca conseguiu ser adotado... e passou a ser um 'filho' para Madeleine e tinha uma 'família' um tanto quanto diferente... composta de Arthur, Anna e Lola... três 'pacientes' constantes de Madeleine...

O pequeno Jack foi crescendo... sempre cercado de amor dos quatro... mas também isolado do mundo... e quando pela primeira vez, aos 10 anos, no dia do seu aniversário, ele sai no mundo... ele se surpreende com várias coisas... mas a 'coisa' mais encantadora que ele vê é uma cantora... uma pequena cantora... com uma voz de rouxinol

"O som de sua voz lembra o canto de um rouxinol, mas com palavras."pag 27

Jack se encanta... se enamora... se apaixona...

Madeleine logo o faz crer que ele, por causa do seu coração, não pode sofrer grandes emoções... é perigoso...


"-Suas engrenagens doem quando você tosse, não é?- Doem.- Pois bem, este é um sofrimento ridículo comparado aos que o amor pode engendrar. Todo prazer e alegria que o amor pode proporcionar são cobrados mais dia menos dia em sofrimento. E quanto mais intensamente amamos, mais a dor futura será multiplicada." pag 32





mas o tempo vai passando e Jack não consegue se esquecer da pequena cantora... e vai para a escola para tentar encontrá-la... mas sofre muito... e depois parte em busca dela... sai de Edimburgo e parte para a Europa... França... Espanha... em busca do 'amor'...

O livro é poético... o autor usa as palavras de forma a nos cativar... o romance é muito diferente do que o que eu geralmente amo... mas me me emocionei...

"A prosa gótica-punk de Malzieu se destaca... repleta de metáforas impressionantes" The Guardian (impresso na quarta capa)

Citações

"Sua melodia me enlouquece: tenho a impressão de que chove e faz sol ao mesmo tempo em toda parte dentro de mim." pag 27

"É impossível retroceder no tempo até os nossos atos passados, mesmo com um relógio no coração." pag 54

"No início, eu achava isso lisonjeador, sentia-me capaz de voar por cima dos obstáculos. (....) Mas ao descobrir que me tomava por um trapaceiro, senti-me fragilizado. No fundo de minhas solidões noturnas, também avariei minha autoconfiança.
Não é mais um molho picante nossa história, mas uma sopa de ouriços." pag 122 (sobre o ciúme)


Não vou escrever mais citações para não falar muito sobre o livro...


Esta música... foi cantada para Jack... por Arthur e ela é sempre citada no livro... 'Oh, When the Saints'

5 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.