Minhas impressões: A Rainha da Fofoca em Nova York (#02) @megcabot @GaleraRecord

Como disse na resenha de 'A Rainha da Fofoca' eu li a série no final de semana, um livro em seguida do outro... irresistível...

Este livro foi comprado por mim. 

Sinopse


Minhas impressões

Neste livro... cada capítulo começa com o 'Guia de Vestido de noiva de Lizzie Nichols'... com desenhos e explicações sobre os tipos de vestidos, decotes, cinturas, luvas, penteados e tudo o que uma noiva precisa saber para escolher o melhor para si... de forma a ser a mais linda...

Em A Rainha da fofoca em Nova York, Lizzie está, como o próprio nome do livro diz, em Nova York... à procura de um lugar para morar com Shari, à procura de um emprego no ramo da moda... completamente apaixonada por Luke que a convida para morar com ele, em um maravilhoso apartamento da mãe dele, caríssimo, próximo ao Central Park, mas Lizzie quer ajudar com um aluguel e despesas... e como ela está com dificuldades em encontrar um emprego remunerado no ramo da moda, já que como ela encontrou um emprego M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.O. em um ateliê de restauração de vestidos de noivas do Monsieur Henri, mas sem remuneração... Lizzie acaba aceitando a ajuda de Chaz e indo trabalhar por meio período como recepcionista (recebendo salário) no escritório de advocacia do pai dele.

Lizzie está amando trabalhar com Mousieur Henri, mas a concorrência anda forte e Lizzie consegue (com sua boca grande) uma importante cliente para a loja o que faz  com que Monsieur Henri tenha um grande destaque na mídia... e Lizzie também, já que o trabalho de restauração feito por ela... ficou maravilhoso. É muito legal como Lizzie é segura em relação ao seu trabalho com moda... mas tão insegura em matéria de amor...

Por trabalhar com noivas e ser muito romântica Lizzie vai sonhando com o seu casamento com Luke, com o dia em que ele vai pedí-la em noivado... e enquanto isso várias coisas vão acontecendo inclusive a separação de Chaz e Shari e novas amizades...

Neste livro me emocionei em várias partes, mas como sempre tem partes divertidas e momentos fofos entre ela e os amigos, entre ela e Luke e entre Lizzie e a avó. E ela está aprendendo a 'fechar um pouco mais a boca' aprendendo ou tentando ser mais discreta.

O final do livro é surpreendente!!!


Citações

" Eu não vou voltar para casa com o rabo entre as pernas. Vou vencer em Nova York, mesmo que tenha de morrer por isto. Porque se eu vencer aqui, posso vencer em qualquer..." pag 62


"- Às vezes é mais fácil ajudar outras pessoas com os problemas delas do que lidar com os seus próprios - respondo em um tom que espero ser acalentador. - Você conversou com Chaz sobre essas coisas? Talvez se você dissesse para ele por que está incomodada..." pag 188


"- Um mês. - Mousieur Henri fica olhando para mim. - Temos um mês. Não que faça diferença, porque o que você está dizendo não pode ser feito em prazo algum.
- Pode se nós fizermos como estou pensando que devemos fazer - digo. - Confie em mim." pag 317


"- Meu Deus, Lizzie - Luke está dizendo. - Estou me sentindo péssimo. Se eu fiz alguma coisa, qualquer coisa, para você achar... mas você falou daquela coisa de querer abrir uma loja sua." pag 372


" Aliás, a culpa pela coisa toda pode ser atribuída a Chaz." pag 409


"- Você se abateu sobre a minha vida como... bem, como um tsunami ou algo assim. Mas um tsunami bom, quero dizer. Totalmente inesperado, e totalmente irresistível. Eu sinceramente não sei onde estaria agora se não fosse você." pag 429