O inocente - John Grisham - @editorarocco - By @BeetaRodrigues


Olá,

Não sei se todos sabem, mas faço Direito, então, tudo que tenha uma mini relação com a área eu sou apaixonada, leio livros sobre, vejo séries com advogadas e juízes e tribunais e tudo que tenha a ver com essa área tão linda!

Eu demorei certo tempo pra ler esse livro, preciso confessar. Comecei no primeiro dia do ano, e só no início do março que consegui terminar, e vou explicar por que e contar mais do livro!







Edição: 1
Editora: Rocco
ISBN: 8532521223
Ano: 2006
Páginas: 384



Sinopse

Em 1971, Ron Williamson era o melhor jogador de beisebol de Oklahoma. Com personalidade forte e um talento inato para os esportes, Williamson estava em ascensão. Ao mesmo tempo em que ganhava notoriedade por belas jogadas, ficava famoso por beber demais, usar drogas e envolver-se com muitas mulheres. O comportamento, junto com um braço lesionado, acabou lhe custando a carreira. Quando voltou para sua cidade natal, Williamson havia perdido tudo. Da vida glamourosa, restavam apenas as bebedeiras, que acentuavam o comportamento maníaco-depressivo do ex-jogador. Esse círculo vicioso foi interrompido em 1982, quando um assassinato ocorreu em Ada, sua cidade-natal. A garçonete Debbie Carter foi encontrada morta. Três meses mais tarde, por razões que nem a própria polícia podia confirmar, Ron Williamson e seu amigo Dennis Fritz haviam se tornado os principais suspeitos do crime. A prisão ocorreu anos depois e um julgamento equivocado, com testemunhas que não tinham nada a dizer e delatores de dentro da própria cadeia, levou Williamson ao corredor da morte. Fritz foi condenado à prisão perpétua. Enquanto eram realizadas as investigações do caso, outra jovem, a estudante Denice Haraway desaparece. Pouco mais de um ano após o desaparecimento de Denice, novamente com a ajuda de delatores e com a produção de dois depoimentos arrancados à força dos suspeitos, o tribunal de Ada mandava mais dois homens para o corredor da morte. Neste livro, Grisham narra com detalhes os episódios ocorridos ao longo de duas décadas. O autor relata as formas de investigação empregadas pelos policiais e o tratamento dispensado aos condenados à pena de morte no estado de Oklahoma. No prólogo, mostra o quanto o Estado perde com processos indevidos.

Resenha

‘Uma história real de crime e injustiça’

O livro conta a história de um crime que aconteceu numa cidade pequena, com poucas evidências, e raríssimos avanços para poder desvendar o assassino. O que acontece? Dois moradores locais são acusados injustamente, e de um jeito completamente absurdo são condenados.

É impressionante por ser uma história real, e ver que não foi uma exceção. Existem sim outros casos como esse, em que a justiça não funciona do jeito certo, e inocentes são condenados indevidamente por diversos motivos, falha da polícia, preguiça dos promotores, incompetência de todos.

Demorei pra ler, pois a forma do livro é bem estranha, você parece estar lendo notícias e não uma história com começo, meio e fim. Ao mesmo tempo em que queria saber o que iria acontecer, esse jeito de escrita não fazia com que eu guinasse na leitura.

Mas calma, não é falta de mérito do autor, pelo contrário. John Grisham é um mestre no quesito de livros com tema de direito. Já li outro dele e me fascinei. Mas por ser ficção tinha uma dinâmica completamente diferente, e as páginas fluíam bem mais.

Recomendo qualquer leitura dele! Até esse mesmo, porque é de ficar embasbacada com a forma que a justiça lidava com os dois acusados. E eu como futura advogada, e no início da faculdade, ainda tenho uma grande utopia quanto ao futuro. Penso que comigo não vai ser assim, ou que se eu vir algum caso assim eu faria tudo diferente, pensamentos assim me veem a cabeça sempre que leio ou vejo algo relacionado a Direito. Hahaha

Enfim, não foi um livro perdido de maneira alguma. Como todos os outros livros que já li só veio para acrescentar, conhecimento, experiência, vocabulário e diversas outras coisas! O caso está fielmente contado na sinopse, achei repetitivo contar de novo.

Citações

‘É um lugar hospitaleiro, com pessoas que gostam de conversar e não hesitam em falar com estranhos, sempre ansiosas por ajudar alguém em necessidade. As crianças brincam nos gramados sombreados na frente das casas. As portas permanecem abertas durante o dia. Os adolescentes circulam pela  cidade à noite sem causarem maiores problemas.’ – pág 9

‘Mais de três anos e meio transcorreriam antes que a polícia de Ada finalmente recolhesse amostras de Gore, a última pessoa que foi vista com Debbie Carter antes dela ser assassinada’ pág 19

‘O crime abalou a cidade. (...) A cidade vibrava de fofocas, especulações e medo. Janelas e portas passaram a ser trancadas à noite. Foi imposto um toque de recolher rigoroso para adolescentes.’ Pág 21

‘Mas Ronnie era um atleta talentoso, e por isso bastante popular na escola. (..)’ – pág 32

‘Com seu tamanho, velocidade e braço, ele podia se tornar rapidamente um jogador destacado, que seria mais tarde recrutado pelas universidades.’ Pág 34

‘Independentemente das conclusões dos jurados, as pessoas comentariam, mantendo as histórias vivas’ – pág 59

DICA: Pesquisem sobre esse autor, sobre essa história, vale muuuuitissimo a pena!