Minhas impressões: Pecados Sagrados - Nora Roberts @bertrandbrasil

Como disse ontem no Flash, eu estava num momento de estupor devido ao cansaço que vem me acometendo... e não estava tendo forças para começar a leitura de um novo livro, após Helena de Troia, mas como sempre um livro Nora Roberts é melhor que qualquer antidepressivo ou descanso, rsrs


Eu já tinha comprado Pecados Sagrados há bastante tempo, porque sabia que ele é o primeiro livro de uma dupla - Pecados Sagrados e Virtudes Indecentes, que ganhei de amigo oculto da Gabi, do Ilusões Noturnas, no final do ano passado. Então na sexta-feira, feriado 07 de setembro, peguei este livrinho... lançado aqui no Brasil em 2009, mas que pertence aos 'Primeiros Romances de Nora Roberts' já que foi lançado em 1987 em inglês como 'Sacred Sins'. Mas só agora, por pura falta de tempo, li este livro, esta história de amor e suspense.


Sinopse


Trecho

Capas em inglês




Minhas impressões

Nos livros individuais de Nora Roberts e na Série Mortal há sempre mais forte a parte de suspense policial, mas nunca desmerecendo a parte romântica que tanto amo e sinto falta. Sem meus livros românticos não sou nada... podem dizer que sou 'alienada' mas na vida já temos uma grande carga de problemas e se não pudermos nos divertir com a leitura não tem graça... cansei de livros filosóficos, que fazem pensar, que tem que trazer alguma análise e aprendizagem... quero me divertir, viajar e até aprendo coisas com eles, mas quero é relaxar.

Temos em Pecados Sagrados um detetive da Polícia de Washington (DC) a capital dos EUA, Ben Paris, que junto de seu parceiro, Ed Jackson, estão investigando um caso de assassinatos de mulheres loiras, jovens, de estatura mediana, que são estranguladas com um 'amicto de padre' ...


Michaelis amicto
• sm (lat amictu)
Liturg - Pano semelhante a um lenço grande, de linho, que fica sobre os ombros e é amarrado ao pescoço do sacerdote por cima da batina, para celebração do sacrifício da missa.







Desde agosto foram assassinadas duas jovens, em outubro,

"Não se achavam mais próximos de encontrar o assassino do que na tarde em que se descobrira o primeiro cadáver. Se houvessem encontrado algo mesmo de longe semelhante a uma pista, havia desaparecido após o primeiros quilômetros de trabalho de campo. Beco sem saída, refletiu Ben. Zero. Nada." pag 15

E ainda ocorreu mais uma assassinato o que deixou o prefeito tão apreensivo que chamou um psiquiatra para tentar auxiliar a investigação e o capitão aumentou o número de policiais envolvidos na investigação. Ben não gosta de psiquiatras, mas se vê encantado com a mulher que encontra na entrada da delegacia, e quando descobre que ela é a psiquiatra designada para trabalhar com eles, fica com um pé atrás... mas é impossível não se sentir atraído, envolvido e até apaixonado.

"- Qual o seu primeiro nome? Cansei de chamar você de Dra. Court.
- O seu é Ben. - Ela deu-lhe um sorriso que o fez concentrar-se de novo em sua boca. - Teresa.
- Não. - Ele balançou a cabeça. - Não é assim que a chamam. Teresa é muito comum. Terry não tem classe suficiente.
Ela curvou-se para a frente e apoiou o queixo nas mãos juntas.
- Talvez você seja um bom detetive, afinal. É Tess.
- Tess. - Ele repetiu devagar e assentiu com a cabeça. - Muito bonito. Diga-me, Tess, por que psiquiatria?" pag 41

Teresa Court, Tess, é uma psiquiatra super competente, neta única do Senador Jonathan Writemore, que a convence ajudar na investigação. Ela é uma psiquiatra que sofre com e por seus pacientes, até pelos que ainda não são, como o assassino. Tess  também acaba se sentindo atraída e apaixonada pelo detetive Ben Paris.

"Ao parar no estacionamento da delegacia, deu uma rápida examinada. Nenhum Mustang. Mas também, lembrou-se, saltando do carro, não fora por isso que viera. Por outro lado, também, não sabia por que concordara em sair com Ben Paris, pois o considerava arrogante e difícil, além da carga de trabalho comprimir-se com o tempo extra que dedicava à Divisão de Homicídios." pag 50

O relacionamento de Ben e Tess é bonito, com uma atração rápida, mas eles vão se conhecendo, se atraindo de forma muito suave e agradável... vão construindo uma relação de amizade e confiança, o que ajuda a ambos, pois eles se vêem envolvidos de forma pessoal nos assassinatos e precisam com toda esta confiança mútua vencer o assassino.

"Queria fica com ela, dia e noite. Não sabia explicar, ainda não, que queria viver com ela, quando nunca vivera com outra mulher. O tipo de compromisso perigosamente próximo de uma permanência para a qual ainda não se sentia pronto." pag 251

Ed o parceiro de Ben é um homem muito interessante, sempre querendo se alimentar de coisas naturais, vive 'tomando conta' do que Ben come, bebe, fuma... é um amigo, quase irmão.

"- O que eu quero dizer é o seguinte: se você age como um idiota quando a oportunidade o encara de frente, vai perdê-la. Tem uma mulher formidável, Ben.
- Acho que sei disso.
- Então é melhor tomar cuidado para não tropeçar na serra." pag 293

Ben é quase um 'protótipo' de outro personagem detetive de Nora Roberts... ele se parece com Eve Dallas, adora comer porcarias, sanduíches e chocolates, tem dificuldades em lidar com máquinas, principalmente com a máquina de guloseimas da delegacia, que está sempre chutando por 'comer suas moedas'.

"-Detetive Paris. - Incapaz de resistir, Tess refez o caminho de volta no corredor.
- Você sempre luta com objetos inanimados?
Ele virou a cabeça, mas não soltou a máquina.
- Quando me  aborrecem.
Deu outra violenta sacudida na máquina, mas olhou para ela." pag 53


O assassino é surpreendente, eu nem desconfiei, até o finalzinho.

Este livro, por ser dos antigos, é pequeno, senti falta de mais desenvolvimento da relação Ben-Tess, de mais cenas dos dois juntos, de mais desenvolvimento da história em si... eu queria pelo menos mais umas 100 páginas. rsrs

Como sou meio louca, na realidade, louca e meio, já peguei Virtude Indecente, que é o livro de Ed Jackson, para ver se fico sabendo um pouco mais sobre Ben e Tess..

0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.