Resenha de O Cirurgião, Tess Gerritsen, Editora Record @nandamartinez

Oláááá pessoas,

Estava realmente morrendo de saudades de escrever para cá. Vou tentar não me ausentar tanto assim, mas nas últimas semanas fiz muitas coisas e estou meio enrolada com aniversário e volta as aulas rsrsrsrs.

Hoje vamos falar de um livro D-I-V-O porque afinal de contas, ele foi escrito por uma diva :)



Prontos? Ah, um pequeno aviso: A leitura desse livro e até mesmo da resenha pode causar enjoo, nauseas e um desejo compulsivo de não fazer mais nada até terminar o livro.




Sinopse - O Cirurgião - Rizzoli & Isles Vol.1 - Tess Gerritsen
Tess Gerritsen, neste livro assustador, narra o rastro de sangue deixado por um assassino cruel. O agressor entra na casa de suas vítimas na calada da noite e segue até o quarto delas. Mergulhadas em sono profundo, as mulheres ignoram que irão acordar para um terrível pesadelo... A precisão com que ele investe contra as mulheres , somada à crueldade de agressão - útero das vítimas é arrancado -, sugere que o responsável pelas atrocidades seja um médico psicopata. Os jornais de Boston passam então a chamá-lo de "O Cirurgião". Em um livro de tirar o fôlego e com descrições minuciosas, a autora nos apresenta a um rico universo de personagens, ao criar um romance de suspense e profundidade inéditos.


Bom, é nesse livro que quase tudo começou. Eu digo quase, pois não é nesse livro ainda que a Rizzoli e Isles se conhecem. Para falar a verdade, a Isles nem aparece nesse livro, pois ele é para conhecermos a Jane e tentarmos entende-la um pouquinho.

No livro conhecemos também a história da Dra. Catherine Cordell e de algumas mulheres que como ela, sofreram um grande trauma na vida. O problema, é que apesar dela ter sido a única sobrevivente desse serial killer e tê-lo extreminado pessoalmente, as vezes, a vida dá voltas. Como? Bom, imaginem ler o jornal uma bela manhã e descobrir que assassinatos iguais aos cometidos pelo homem que você matou retornaram.  Agora imaginem começar a ser perseguida novamente por alguém que deveria estar morto.

Para a sorte da nossa médica, é aí que entra a capacidade de uma das melhores detetives, e unica mulher no departamento de homicídios de Boston, Jane Rizzoli.

A Jane é o oposto do que uma mulher vaidosa seria. Seu único item de maquiagem é um batom e seu cartão de visitas é seu cérebro acompanhado de uma atitude meio difícil de aturar . O único que não faz piadas com ela e a trata com respeito é o Detetive Moore. Um personagem muito importante na história.

O Cirurgião...bom... ele foi minha fonte de pesadelos por duas noites. Imaginem se assassinatos com úteros sendo retirados não te fazem ter uma boa noite de sono, sem contar que ele aparece na série de TV adaptada dos livros e o ator o interpretou muito bem, então na hora de ler eu só lembrava dele rsrsrsrsrs.

Eu já contei para vocês que a Tess era uma médica de verdade, né? Então vocês podem imaginar o quanto que a descrição dos atos do nosso vilão são tão reais que parece que estamos lá, bem do lado dele, servindo de assistentes ou algo assim. Dá um enjoos básicos ler esse livro, mas OMG como vale a pena. A Tess é uma das melhores escritoras desse gênero e se até agora você não leu nenhum livro dela, sinceramente, não sabe o que está perdendo. Ela é muito diva!

Até a próxima com O Dominador...


0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.