Minhas impressões (MI-76/13): Pela luz dos olhos seus - Janine Boissard @editoraarqueiro

Quando um livro te conquista pelo título, pela capa, pela sinopse e você o recebe de presente, de surpresa... sabe o que acontece? Ele fura a fila de milhões de livros e resenhas atrasados e você o lê em uma noite. Foi isso que aconteceu comigo e este livro mais que encantador.

A Editora Arqueiro me enviou, de presente, sem eu ter solicitado, e eu que já tinha preparado para começar a ler outro livro, comecei a folheá-lo e não consegui largá-lo até terminar de ler às 1:30hs de hoje. Isso, porque eu estava precisando de uma noite de sono, de pelo menos 8 horas... claro que dormi apenas 5, mas não perdi nada, ganhei com uma história MARAVILHOSA.

Obrigada Editora Arqueiro por este delicioso presente! Acredito, que este livro é uma excelente dica para presentearmos no Natal.


Sinopse
Clique na imagem e leia um trecho


Minhas impressões

Este livro cujo título original é Histoire D'Amour ou Love Story ou História de Amor, que seria a tradução literal do título, recebeu aqui no Brasil o lindo título 'Pela luz dos olhos seus' o que é extremamente lindo pela história que é contado no livro.


Esta é a história de Laura Vincent, uma moça originária da Normandia, filha de um padeiro, cuja irmã Agathe sempre foi a menina, moça, mulher bonita que se destacava, enquanto Laura se destacava por sua inteligência e beleza interna...

"Eu era a cara do meu pai, um tipo mediterrâneo com uma remota ascendência de espanhóis.
Agathe, por sua vez, puxara a mamãe, garota do Norte, loura de olhos azuis, esguia e fina como só ela. Pão branco, pão preto. Não são farinha do mesmo saco, brincavam carinhosamente as pessoas ao nos verem lado a lado. Vale dizer que papai era padeiro." pag 09

Laura mora em Paris e trabalha como assessora de imprensa de artistas em ascensão como até que um agente de um grande artista clássico Claudio Roman, chega em sua agência solicitando com urgência uma pessoa que possa auxiliar Claudio, em uma apresentação, já que sua antiga assessora se demitiu de repente. Ele é  um belíssimo tenor, que ficou cego há dois anos, é super idolatrado por mulheres de todos os tipos e tem um temperamento oscilante.

"Essa brusca mudança em minha vida, essa impressão de me perder, essa vertigem... E também, em seu quarto aquela fraqueza enquanto ele explorava meu rosto... Sua voz, ora terna e ardente, ora dolorida e revoltada, me fez compreender tudo aquilo.
Eu ia amar aquele homem. Já o amava.
Podem rir.
Um amor de fã pelo ídolo. A obscura provinciana e o homem realizado, bonito e rico, que tinha todas as mulheres a seus pés. Melhor: o homem ferido! E eis que a inocente garotinha encontra o caminho de seu coração...
Puro romance ao estilo de M. Delly!
(...)
Sem dúvida apaixonei-me por uma voz e seu dono. Uma voz ao mesmo tempo leve e forte, vaga brisa sobre os rochedos ou furor da tempestade. A voz de um homem que exprimia como nenhum outro a beleza do mundo, sua crueldade e nossa solidão.
Ele cantou Laura.
Com teu olhar cheio de calordebruça sobre mim e olha-me com doçura." pag 24/25
Após a primeira apresentação que Laura auxilia Claudio, David, seu agente e ele a requisitam para ser a assessora oficial, e Laura e Claudio vão se relacionando e se tornando amigos, ela o ouve, o alegra e o ajuda em seus momentos de desespero. Ela o ama mas sabe que este amor é 'impossível' de se concretizar, até porque ele tem uma amante. O relacionamento deles é mais de amizade, até que uma noite ele a solicita em desespero, porque apesar de ele continuar cantando ele não pode mais participar de óperas completas e não pode ser Alfredo, de La Traviata de Verdi, que era seu maior sonho. E por isso, Laura sai à procura do oftalmologista dele para saber tudo sobre o transplante de uma das córneas que podem fazer Claudio recuperar parte da visão, mas que ele não quer fazer. E ela com toda a esperança de seu coração puro tenta convencê-lo a ir para os EUA fazer o transplante.

"Minha vida pendia entre a esperança e o desespero.
A esperança
'Claudio sozinho já é uma cordilheira', dissera o Dr. Leblond. Ele precisava de um tempo para refletir. Como imaginei que pudesse decidir prontamente? Eu percebera uma vacilação em seu riso.
(...)
O desespero.
Sua decisão estava tomada; não em relação ao transplante ou à minha ridícula chantagem. Ele me demitiria. David teria que arranjar outra pessoa para cuidar dele. Eu o teria perdido por nada." pag 81
Enfim Laura e Claudio vão a Nova York para a cirurgia dele, contra todas as expectativas de David, da mãe de Claudio, Laura se senti tão insegura ao chegar lá, quanto ele. Mas o carinho e amizade dos dois fazem acontecer momentos doces e marcantes do livro.

"Não procurei mais esconder os tremores em minha voz. Estava cheia de fingir, de dar uma de nobre, de forte, de mãe, de irmã, de guia e de Espírito Santo, quando já não tinha mais forças nas pernas nem na mente. E, quando sua mão procurou a minha, agarrei-a vigorosamente. Esquecemos as luvas: dois pedaços de gelo que se uniam." pag 101

O livro é dividido em três partes, a primeira pelo ponto de vista de Laura, a segunda pelo de Claudio e a terceira intercalando os dois.

Ao final da cirurgia, quando Claudio acorda, Laura não está ao seu lado... a insegurança dela a faz fugir, apesar de todos os seus esforços para que ele conseguisse ser Alfredo.

"Ela o amava.
Ele se fizera muitas vezes essa pergunta, agora não duvidava mais da resposta. Apenas o amor podia explicar aquele sacrifício: incentivar Claudio a recuperar a visão, ao mesmo tempo sabendo que isso representava perdê-lo.
Arrancar a lua do céu e desaparecer.
David, que já tinha afeição por Laura, sentiu também respeito." pag 124
Claudio empreende uma busca incessante por Laura, por descobrir que a ama, apesar de todos dizerem que ela é mais bonita por dentro, outros como a mãe e a amante dizerem que ela é insignificante, ele se descobre amando... e percebendo o quanto 'a pequena' é importante para ele.

"Em sua vida, David lera e ouvira muitas declarações de amor, raramente uma tão bela. Era por isso que não conseguia controlar a situação! Por uma razão sem precedentes no que dizia respeito a Claudio, algo absolutamente simples e banal: ele amava Laura." pag 175
A última frase do livro, sintetiza o meu sentimento em relação ao livro:
"Uma história de amor pura e singela" pag 216
Adorei a forma rápida e concisa com que a autora conta uma história de amor tão linda, mesclando música e literatura, fiquei com vontade de assistir à Ópera La Traviatta e conhecer mais sobre a música clássica.

Preciso dizer qual é a classificação deste livro?
 Um livro encantador que entrou para a minha estante de favoritos. E a autora? Me encantou... até agora não me decepcionei com nenhum autor francês que li... e com certeza quero ler mais livros de Janine Boissard, minha vizinha de aniversário, ela nasceu em 18 de dezembro.

13 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.