Blog Tour (Internacional) - resenha e trecho - Compromising Positions by @WordyMary (Review and Excerpt)

Estou participando de mais um Blog Tour Internacional... de uma autora que me conquistou: Mary Whitney, e que desejo ler todos os seus livros.
I am attending another International Blog Tour ... one author who won me: Mary Whitney, and I want to read all her books.

Title: Compromising Positions
Author: Mary Whitney
Genre: Women’s Fiction
Publication Date: January 28, 2014
Cover Design: R. Doyle from Literati Author Services, Inc.



Synopsis
We weren’t supposed to be friends. We weren’t even supposed to like each other.
I’m Michael Grath. I’ll admit I was elected to Congress on my Republican family history. I was out to make a name for myself, until I met Jessie Clark, a spitfire Democrat.
She’d be my nemesis, if I could just stop thinking about her. We’ve got nothing and everything in common, and one big issue that divides us. All of this is going to land us in more than one compromising position.
And like I said, we weren’t supposed to be friends, we weren’t even supposed to like each other, and we certainly weren’t supposed to fall in love.
Tradução:
Não deveríamos ser amigos. Nós não deveríamos nem mesmo gostar um do outro.
Eu sou Michael Grath. Admito que fui eleito para o Congresso pela história republicana de minha família. Eu estava lá para fazer o meu nome por mim mesmo, até que eu conheci Jessie Clark, uma democrata cabeça quente.
Ela seria minha inimiga, se eu pudesse parar de pensar nela. Nós não temos nada e tudo em comum, e um grande problema que nos divide. Tudo isso vai nos colocar em mais de uma 'Posição Comprometedora'.
E como eu disse, nós não deveríamos ser amigos, não deveríamos nem mesmo gostar um do outro, e nós certamente não deveríamos nos apaixonar.


Compre por um preço delicioso na Amazon Brasil, lembrando que o livro está em inglês.

Nesta resenha terá apenas um trecho do livro, eu não colocarei minhas citações como sempre coloco.

My Review 


Compromising Positions é um livro stand-alone de Mary Whitney, que me convidou, pessoalmente, para participar deste blog Tour... me senti muito feliz com o convite e por ler mais este livro com um background na política americana, que eu conheço pouco, apenas sobre os dois principais partidos políticos, na realidade eles são basicamente únicos, e vivem de uma 'guerra' eterna - Democratas e Republicanos...
Compromising Positions is a stand-alone book of Mary Whitney, who invited me personally to participate in this blog tour ... I felt very happy with the call and for read over this book with a background in American politics, which I know a little, just about the two main political parties, in fact they are basically two, and live in a 'war' eternal - Democrats and Republicans...


Michael Grath - é um filho de uma família rica e de grande poder político em Illinois (Chicago), é republicano e está chegando pela primeira vez a Washington-DC para um cargo no Congresso.
Michael Grath - is a son of a rich family and great political power in Illinois (Chicago), is a republican and is coming for the first time the Washington-DC for a position in Congress.

Jessica (Jessie)  Clark - é uma pequena grande mulher, que luta pelos direitos das mulheres, é Democrata e também está chegando ao Congresso, representando o Arizona.
Jessica (Jessie) Clark - is a great little woman who fights for women's rights, is Democrat and is also coming to Congress, representing Arizona.

Ele é do norte e republicano, ela do sul e democrata... será que eles podem ser amigos, será que podem se relacionar sem problemas? E se eles se apaixonarem?
He is from the North and a Republican, She is from the Soyth and a Democrat... can they be friends, can they relate smoothly? And if They fall in love?

Michael e Jessie se conhecem em um coquetel de boas vindas aos novos Congressistas, conversam um tempo e sentem uma atração enigmática, de se acharem diferentes, apesar de estarem em 'lados' opostos da política. Logo começam a descobrir que apesar de opiniões diferentes, eles tem muito em comum. E se tornam amigos, criam uma lei juntos, se aliam em favor de uma causa pelo país... e logo a atração física fica mais forte. E mesmo contra os conselhos dos seus chefes de escritório, Jeff e Trish, respectivamente, Michael e Jessie se envolvem romanticamente.
Michael and Jessie know in a cocktail of welcome new Congressmen, talk a while and feel an enigmatic attraction, of if they feel different, although in opposing 'sides' the policy. Soon begin to discover that despite differing opinions, they have much in common. And become friends, create a law together, are allied in favor of a cause for the country ... and then the physical attraction becomes stronger. And even against the advice of their chiefs of staff, Jeff and Trish, respectively, Michael and Jessie get involved romantically.

O amor que sentem um pelo o outro é lindo e vai vencendo algumas barreiras até que passam por uma situação, política, que pode colocar em cheque se podem ou não serem mais que amigos...
The love they have for each other is beautiful and goes to overcoming some barriers that go through a situation, policy, which can be put in check may or may not be more than friends...

O livro é narrado pelos pontos de vista tanto de Michael quanto Jessie. Mais um livro que merece destaque, que me cativou e que poderia ser lançado no Brasil.
The book is narrated by the viewpoints of both Michael as Jessie. Another book worth mentioning, that captivated me and it could be released in Brazil.


Agora um pequeno trecho do livro, para vocês sentirem como é:
Now a little excerpt of the book to you:
Excerpt/Trecho

I wanted to lean over and show her how much I cared for her. It would surely lead to a wonderful kiss. Most likely, it would be soft in the beginning, and then my imagination leapt ahead. There were sofa pillows behind her and I envisioned guiding her down onto the sofa and doing things to her I’d only fantasized about. Her eyes widened as if she picked up on what I was thinking, and her brow furrowed. “It’s… uh… getting late.”
Eu queria inclinar e mostrar a ela o quanto eu gostava dela . Isso certamente levaria a um beijo maravilhoso. O mais provável, é que seria suave no início, e depois a minha imaginação saltou à frente. Havia sofás travesseiros atrás dela e eu imaginava guiando-a para baixo para o sofá e fazendo coisas para ela que eu só tinha fantasiado. Ela arregalou os olhos, como se ela advinhasse o que eu estava pensando, e com a sobrancelha franzida . "É... uh... está ficando tarde . "
“It is.” I snapped out of my fantasy. “I suppose I should be going.”
"É." Acabei com a minha fantasia. "Suponho que eu deveria ir."
“We have votes early tomorrow.”
"Temos votação amanhã cedo."
“We do.” I grimaced because I needed to go, because of the time and because I might get us both in trouble if I remained. She pulled her hand away as I did the same, and I rose from the sofa.
"Nós temos." Eu fiz uma careta, porque eu precisava ir, por causa do tempo e porque eu poderia nos colocar em muitos apuros se eu continuasse. Ela retirou a mão e eu fiz o mesmo, e me levantei do sofá .


“I’ll let you out,” she said.
"Eu vou levá-lo à porta," ela disse.
She sounded dejected, but I couldn’t be sure. We walked the short way to the door where I turned to face her. Her furtive expression was back, and I smiled trying to put her at ease. “Thank you for listening to my story. I’m sorry you had to find out how you did. I should’ve told you.”
Ela parecia desanimada , mas eu não podia ter certeza. Nós andamos o caminho mais curto para a porta onde eu me virei para encará-la. Sua expressão furtiva estava de volta, e eu sorri tentando colocá-la à vontade." Obrigado por ouvir a minha história. Sinto muito que você tivesse que descobrir como ocorreu. Eu deveria ter lhe contado."
“Oh no.” She shook her head. “Don’t worry about me. I’m just sorry you’ve had to go through all this. You don’t deserve it. You’ve tried to do the right thing.”
"Oh, não." Ela balançou a cabeça. "Não se preocupe comigo. Só lamento que você teve que passar por tudo isso. Você não merece isso. Você tentou fazer a coisa certa."
“As have you.”
"Assim como você."
“Well… I don’t know. It was a long time ago—a lifetime ago really.”
" Bem ... Eu não sei. Foi há muito tempo, uma vida atrás de verdade."
I was silent and gazed down, taking in everything about her. Strong and vulnerable. Sharp and soft. I liked it all. My hand found hers, and I gently caressed it. “Who knew I’d come to Congress and find such a good friend?”
Fiquei em silêncio e olhei para baixo, pensando em tudo sobre ela. Forte e vulnerável. Afiada e macia. Eu gostei de tudo. Minha mão encontrou a dela, e eu gentilmente a acariciei. "Quem diria que eu viria para o Congresso e encontraria um tão bom amigo?"
“I know.” She chuckled. “Same here.”
"Eu sei ." Ela riu. "Penso o mesmo."


A curl from her dark hair rested on her shoulders, and the shadow of the entryway accentuated her soft features. It was so hard to resist her, so I touched the curl and smiled. “Such a good and beautiful friend.”
Um cacho de seu cabelo escuro repousava sobre os ombros, e à sombra da entrada acentuou seus traços suaves. Foi tão difícil resistir a ela, então eu toquei o cacho e sorri. " Um amigo tão bom e bonito."


2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.