Minhas impressões: Água para elefantes - Sara Gruen @sextante



Água para elefantes... é um dos meus livro preferidos... acabei de relê-lo pela terceira vez... e só agora vou falar minhas impressões... pois antes eu não tinha um blog literário...


Li há quase um ano... para poder conhecer a estória e para conseguir acompanhar as filmagens do filme... tenho uma queda por livros que viram filmes e gosto de os ler primeiro... apesar de sempre ocorrerem modificações... 

Agora, graças à Editora Sextante, tenho as duas edições... as duas capas. Obrigada Sextante por este 'mimo'!




Sinopse:
Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Durante 70 anos Jacob guardou um segredo: nunca falou a ninguém sobre o período de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.
Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária, mas teve sua vida transformada após a morte de seus pais num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de fazer as provas finais e, desesperado, acaba pulando em um trem em movimento, o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.
Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.
É também sob as lonas que ele se apaixona duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August; e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.
Água para elefantes é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase possível respirar sua atmosfera.


Site de Sara Gruen

Minhas impressões:


Água para elefantes é narrado por Jacob Jankowski um senhor de 93 anos que está em uma casa de repouso para  idosos e que ao ver um circo sendo armado próximo da casa... começa a relembrar o seu tempo de juventude... o tempo em que sua vida se modificou por completo, após a morte repentina de seus pais... no final de seu curso de veterinária... faltando apenas a prova final para sua formatura...


O livro é uma mistura de tempos... hora vemos o Sr. Jankowski tendo problemas em se lembrar do que acabou de acontecer... hora vemos o jovem Jacob se apaixonando pela vida no circo ‘Irmaõs Benzini – O maior espetáculo da Terra’ , se apaixonando pela elefanta Rosie, se apaixonando por Marlena ... a mulher linda que é a bailarina, a equilibrista a estrela do circo... mas que é casada com o Diretor de animais: August... um homem 12 anos mais velho ... louco, desequilibrado... que leva Jacob, Marlena, Rosie e todos no circo à loucura...

É um livro encantador, mesmo sendo a terceira vez que o li... me emocionei com os sentimentos de Jacob, velho ou novo, me apaixonei por ele, velho ou novo, me encantei com Marlena, Rosie e sua estória...

Parabéns a Sara Gruen pelo livro... agora estou ansiosa pelo filme, que estreia em nossas telonas dia 29/04... indico a leitura do livro antes... 




Crítica:


Na edição antiga tinham fotos no início dos capítulos, mostrando fotos circenses, da época (década de 30) em que o livro é passado. Nesta nova edição não vieram as fotografias, nem as antigas, eu gostaria que tivesse vindo fotos do filme... mas estou muito feliz apenas em ter a capa nova... 


A nova edição tem 272 páginas enquanto a edição anterior tem 333 páginas... as letras da nova edição são maiores... 









Citações:
Estas citações estão com a numeração de páginas da Edição ISBN 978-85-99296-15-8 (capa anterior)

"Nesse momento, a música guinchou e parou. Ouviu-se uma terrível colisão de metais, sopros e percussão - os trombones e flautins produziram uma cacofonia, um tuba emitiu um ruído grosseiro e o som oco de um címbalo tremulou na grande tenda, oscilou sobre nossas cabeças e se desfez no espaço." pag 08

" Caos - os baleiros saltavam por cima dos balcões, operários saíam cambaleantes de debaixo das abas da tenda e outros empregados do circo atravessavam precipitamente a área. Todos que estivessem ligados ao Maior Espetáculo da Terra do Circo Irmãos Benzini dispararam em direção à grande tenda." pag 09

"Quando vislumbrei as lantejoulas cor-de-rosa, quase chorei de alívio - pode ser que eu tenha chorado. Não lembro.
.... ...Ela também me viu e manteve meu olhar preso ao seu pelo que me pareceu uma eternidade. Ela estava tranquila, lânguida. Até sorria. Comecei a abrir caminho na direção dela, mas algo em sua expressão me paralisou." pag 10

"Não falo muito sobre esses dias. Nunca falei. Não sei por quê - trabalhei em circos por quase sete anos, e se isso não é assunto para conversas, não sei o que mais pode ser.
Na verdade, eu sei por que não falo sobre isso: nunca confiei em mim. Eu tinha medo de deixar escapar alguma coisa. Eu sabia como era importante guardar o segredo dela e de fato o guardei - pelo resto de sua vida e depois.
Em 70 anos, nunca o revelei a ninguém." pag 10

"Tenho 90 anos. Ou 93. Uma coisa ou outra." pag 11

"No parque situado no final do quarteirão há uma enorme tenda de lona, toda listrada de branco e carmim, com um inconfundível topo pontiagudo...
Meu coração bate tão forte que levo uma das mãos ao peito." pag 13 

"Em seguida arruma sobre ele um guardanapo de papel, um garfo de plástico e uma tigela de frutas de aparência realmente apetitosa: morangos, melão e maçã.
- Eu trouxe para o meu lanche. Estou de dieta. O senhor gosta de frutas, Sr. Jankowski?
Eu teria respondido se não tivesse tapado a boca com a mão trêmula. Maçã, graças a Deus.
Ela acaricia a minha outra mão e sai do quarto, ignorando discretamente minhas lágrimas." pag 18

"À luz da manhã vejo o que não consegui ver à noite - os vagões são pintados de escarlate, com ornamentos dourados, as rodas raiadas, cada uma delas com o brasão CIRCO IRMÃOS BENZINI - O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA." pag 39

"A grande tenda ainda está armada, brilhando como um coliseu fantasmagórico e pulsando ao som da banda. Olho para ela fixamente, fascinado pelo som das reações da platéia, que ri, aplaude e assobia." pag 55

 "Antes que eu possa despejar a carne do balde, sinto a enorme mandíbula do felino abocanhar violentamente meu braço. Eu grito. O balde cai ruidosamente no chão, espalhando vísceras e restos de carne por toda parte. O leão larga meu braço e ataca a carne." pag 91

"- Preste atenção, porque eu só vou falar isso uma vez. August é um cara engraçadinho, e eu não estou querendo dizer que ele é brincalhão. Se cuide. Ele não gosta nem um pouco de ter sua autoridade questionada, e é um cara de lua, se é que você me entende." pag 92 - Diamond Joe falando com Jacob sobre August

"O decote do vestido de Marlena mal lhe cbre os ombros, deixando à mostra sua clavícula e uma alça fina do sutiã. Ela acompanha meu olhar e enfia a alça sob a fazenda, corando." pag 99 

"Meus ouvidos estão zumbindo quando desço do vagão dos cavalos, mas, mesmo assim, a impressão que tenho é de uma cena fantasmagoricamente silenciosa. Um pequeno grupo de pessoas se reuniu ali. Elas estão imóveis, os rostos tristes. Um homem tira o chapéu e o aperta contra o peito." pag 108

"É tudo ilusão, Jacob, e não há nada de errado nisso. É o que as pessoas querem de nós. É o que elas esperam." pag 109 August para Jacob

"Encaro novamente o olho âmbar, que volta a piscar. Então, me abaixo e ponho o gancho no chão.
Ela balança a tromba, varrendo o chão à sua frente, abanando as orelhas como se fossem folhas enormes. A boca se abre num sorriso.
- Oi - digo. - Oi Rose. Eu sou Jacob." 
pag 145 - encontro de Jacob e Rosie (a elefanta).

"O amor por esses animais me toma de súbito, uma inundação repentina, e aí está ele, sólido como uma rocha e fluido como água. ....
.... Não há dúvida de que sou a única proteção desses animais contra a prática empresarial de August e do tio Al, e o que meu pai faria - o que meu pai gostaria que eu fizesse - seria cuidar deles e essa é a minha convicção absoluta e inabalável. Não importa o que eu tenha feito na noite passada, não posso abandoná-los. Sou o pastor, o protetor deles. E é mais que um dever. É uma compromisso com meu pai."  pag 151  e 152

"Ela leva a mão fechada à boca, aperta e geme. Estendo a mão para pegar seu braço, mas ela se afasta. Em vez de permanecer de frente para a parede, como eu esperava, ela continua a girar como se executasse uma dança religiosa. Depois do terceiro giro, eu a tomo pelos ombros e pressiono a boca contra a dela. Ela se enrijece e tenta respirar, sugando o ar que sai por entre os meus lábios. Pouco depois, ela relaxa." pag 159 

"Troco de lugar, me sentindo rabugento e velho. Que droga, eu sou rabugento e velho, mas devo tentar não perder a paciência quando eles chegarem." pag 259 

"August se afasta. Viro-me para Rosie. Ela me olha fixamente e vejo uma tristeza indescritível em seu rosto. Os olhos cor de âmbar estão cheios de lágrimas." pag 270

"Ela para por um segundo, mantendo os lábios tão perto de mim que sinto seu hálito em meu rosto. Então, inclina-se mais e me beija, um beijo delicado, ainda hesitante, mas demorado. O próximo beijo é mais vigoroso, e o seguinte mais ainda, e antes que eu perceba estou retribuindo os beijos." pag 274

"- Quando duas pessoas nascem para ficar juntas, elas ficarão juntas. É o destino." pag 280

" É como Charlie disse ao policial. Para este velho aqui, esta é a sua casa." pag 332


Trailer do filme:
O filme estreia em 29 de abril e me parece estar bem fiel ao livro... está incrivelmente bem feito... repleto de bons atores...e espero que tenhamos alguma indicação ao Oscar no Ano que vem...

Mais sobre o filme aqui.


Hoje ainda, teremos promoção para ganhar o livro com a nova capa. Quem quer comente aqui...

14 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.