Padre



A Guerra é Eterna.
A sua Missão é só o Começo.

Título Original: Priest
Ano: 2011
Roteiro: Cory Goodman
Direção: Scott Charles Stewart

Sinopse: A história gira em torno de um lendário padre guerreiro (Paul Bettany) e a partir da última guerra contra os vampiros, que agora vivem na obscuridade entre outros habitantes humanos indesejados, empezinhados nas paredes das cidades governadas pela Igreja. Quando sua sobrinha (Lily Collins) é seqüestrada por um bando de vampiros assassinos, o sacerdote quebra seu juramento sagrado para se aventurar em uma busca obsessiva para encontrá-la antes que ela se torne um deles. Ele é acompanhado nesta cruzada pelo namorado de sua sobrinha (Cam Gigandet), um jovem xerife com dedos ágeis, e uma ex-sacerdotisa guerreira (Maggie Q) que possui incríveis habilidades de combate.


***

O ano não é citado, mas pode-se dizer que tudo acontece num futuro pós-apocalíptico onde, apesar da visível influência da tecnologia, as pessoas vivem em situações precárias. A Igreja governa tudo, como os cidadãos sempre são lembrados: "Ir contra a Igreja é ir contra Deus". É nesse ambiente devastado que as pessoas tentam sobreviver e Lucy se esforça para ter uma vida normal. Porém, nada é normal nesse lugar, já que vampiros famintos sequestram a moça após matar sua família.


Os vampiros sempre existiram, assim como os humanos, e a guerra entre ambos é centenária. Com o intuito de erradicar as pragas da terra o clero treinou os Padres. Pessoas com poderes especiais, enviados por Deus para acabar com os vampiros. Mas após muitos anos, os vampiros se esconderam, trazendo uma onda de falsa segurança para a população e os Padres foram dispensados de seus serviços e tratados como escória. Fizeram um juramento de nunca mais usarem suas habilidades e não irem contra a igreja, mas um Padre foi contra tudo isso para salvar sua sobrinha: Lucy.



Com a ajuda de Hicks, um xerife bom no gatilho, o Padre parte numa busca alucinada pela jovem Lucy, por quem Hicks é apaixonado. E no fim da procura eles encontram muito mais do que haviam imaginado, o passado volta de uma forma assustadora.

***

Antes de assistir ao filme eu havia lido opiniões muito contrastantes. Uns diziam que era bom, outros que não era lá muita coisa, mas como meu pai me deu de presente, resolvi dar uma chance para eu tirar minhas próprias conclusões.

Opinião geral: Muito bom! Adorei o roteiro que traz "à luz" o lado mais medonho e monstruoso dos vampiros, como criaturas sem alma dispostas a assassinar qualquer um que atravesse seu caminho.

O cenário é incrível, um futuro devastado, me lembrou muito o filme Mad Max com Mel Gibson, pois trata de um futuro onde as coisas parecem regredir. A mistura de elementos tecnológicos e mecanizados com um ar típico de filmes western (bang-bang) deu toda uma originalidade à produção.


Os atores são de primeira, Paul Bettany é um dos melhores na minha opinião, amo seu trabalho e ele está incrível como o Padre destemido. Karl Urban, famoso por papéis menores, nos brinda com um vilão cheio de astúcia. Cam Gigandet sobe no meu conceito a cada filme que faz, se saiu muito bem como o xerife HicksMaggie Q, a Nikita do seriado do Warner Channel, demonstra todo seu talento para as artes marciais no papel da Sacerdotisa, ela também é "um Padre". Lily Collins deslanchou e vem fazendo filmes ótimos, acho ela uma graça e tem melhorado em cada atuação que faz, pontos extras pelo grito que ela dá no começo do filme, show!


No geral o filme é bom, tem ação, um suspense bem leve, e um enredo ótimo, cheio de revelações bombásticas. Os efeitos de computação gráfica também estavam de primeira, os vampiros ficaram horrendos, perfeito! Mas já que eu sempre noto algo que não tenha sido o ideal, nesse filme eu citarei os cabos de segurança, isso mesmo, aqueles que suspendem os atores. Para trabalhar com essa técnica os atores têm que receber algumas dicas, por que se não os saltos e as aterrissagens ficam muito falsos. Aí vocês me dizem: Mas Gih, é um filme, é claro que é falso! (meu pai me disse isso). Mas tenho certeza que vocês entendem o que quero dizer, a idéia é se fazer acreditar que eles são capazes de dar pulos altíssimos e chegar ao solo de forma a não se machucar, então acho que dá para se fazer algo mais real, que não demonstre tanto que eles estão sendo puxados ou "depositados" no chão!

De qualquer forma, é um filme que eu recomendo, não se trata de um blockbuster, mas com certeza é um bom filme, com um roteiro original muito bem trabalhado.

3 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.