Resenha dupla by @nandamartinez e @BeetaRodrigues - As Mais @patriciabarboza @Verus_Editora



Ai gente, vou começar essa resenha dizendo que estou apaixonada pela Paty rsrsrsrsrs Eu na verdade, já a conhecia de vista através de uma amiga em comum, dona Bel,  mas nunca havia lido seus livros ou parado para falar com ela. Para minha sorte, isso mudou dia 31/03 quando eu fui no lançamento de seu mais recente livro, AS MAIS.





Antes de começar a resenha propriamente dita, vou comentar um pouquito do evento. O lançamento ocorreu, como já contei, dia 31/03 na Saraiva Mega Store do Shopping Tijuca. Ao chegar lá com as minhas amigas mais que lindas, Bel e Dani, logo nos deparamos com uma filinha básica para pegar os autográfos de Paty. Sendo assim, fomos atrás do livro e logo que a Bel pegou o pegou, já foi  dizendo quem do nosso grupo de amigas ( também somos 4) ia ser tal personagem do livro. E não é que a danada acertou? Rsrsrsrs



 
* Olha meu livrinho autografado =D *

Assim que chegou a nossa vez, Paty já foi logo perguntando que cor queríamos nossos autógrafos ( todas escolhemos rosa rsrsrs) ganhamos brindes muito fofos ( Inclusive mandou alguns para nós aqui do blog). E como eu tenho amigas bookaholics, digamos que coof coof as nossas comprinhas na saraiva não se limitaram só ao livro da Paty cooof coof




Essa resenha será dupla, já que eu e a beta adoramos essas leituras de adolescente. É, gostamos mesmo. Quem leu o que escrevemos sobre a Paula Pimenta, já sabe. E com os livros da Paty, não foi  muito diferente...

Sinopse - As Mais - Patrícia Barboza
MAIS é a sigla da amizade, formada pela inicial do nome das amigas Mari, Aninha, Ingrid e Susana. As MAIS são alunas do Centro Educacional Machado, no Rio de Janeiro, e são inseparáveis. Tanto que resolveram escrever um livro juntas, relatando suas aventuras mais marcantes de um ano inteiro. O livro é narrado pelas quatro amigas, cada uma contando uma parte do ano letivo. Mari, a pagadora de micos Aninha, a intelectual Ingrid, a romântica Susana, a atleta Sonhos, frustrações, medos e micos (muitos!). Alegrias, conquistas e amores... Quatro personalidades diferentes, quatro maneiras de tornar a amizade única e inesquecível! Afinal, como diz a Mari, elas são as MAIS legais, as MAIS bonitas, as MAIS inteligentes e também as MAIS “modestas”. Divirta-se com as histórias dessas quatro amigas inseparáveis!






Autora: Patricia Barboza
Editora: Verus Editora
Páginas: 193


AS MAIS é um livro sobre amizade. Um livro que nos mostra como que os amigos de verdade, fazem toda a diferença na nossa vida. Nesse caso, a Paty nos mostra a história de 4 meninas cariocas: Mari, Aninha, Ingrid e Suzanna. O livro, na verdade, é escrito por elas. Cada uma escreve um segmento do livro, o equivalente a 3 meses na vida de cada uma, e assim ficamos conhecendo um pouco mais sobre suas famílias, sonhos, frustações...

Mari é uma menina muito fofa, mas que paga muitos micoooos. Assim como a minha eeerr... amiga Bel. Ela tem outras características, porém, os micos prevalecem, assim como na vida da Bel rsrsrs <3

Aninha é uma leitora voraz, blogueira literária, vive se colocando no lugar das personagens, acha que a vida real pode ser um conto de fadas, e é intelectual. Nem preciso dizer que essa sou eu, né? Rrsrsrsrs

Todo mundo me chama de intelectual, alguns até de nerd. Não é bem assim, o pessoal meio que exagera. É que eu adoro ler! (...) Eu viajo nas histórias, fico imaginando os cenários, os personagens e fico aflita enquanto tão termino de ler. Gosto muito dos clássicos, como Romeu e Julieta. Ah, outra coisa: sou viciada em cheiro de livro novo. Hmmm, adoro!’ pág 63

Ingrid é uma romântica. Daquelas mega ultra super muuiiiito rsrsrsrs Ela acredita em almas gêmas, amor verdadeiro, amor a primeira vista, no poder do destino e no poder de outras coisas também, é baixinha e muito fofinha, como a minha amiga Dani. Rsrsrsrs

Suzanna é uma atleta, Começou por ser muito alta e acabou ficando por amor ao esporte que pratica, o vôlei. É super vaidosa, popular, estudiosa e determinada. Como a minha amiga Patrícia, que vive reclamando que as pessoas não a entendem e que o mundo não é preparado para pessoas altas como ela rsrsrs

Não entenderam nada né? Rsrsrs é que assim como AS MAIS, eu tenho um grupo de 4 amigas, e tenho quase certeza que a bel contou sobre a gente para paty, pois parece que somos nós no livro. Assim que eu terminei a leitura, me lembrei daquela frase que diz: “Quem tem amigas, tem tudo.” E eu não pude deixar de pensar em como isso é verdade. Quem tem amigas de verdade, aquelas para todos os momentos, que vão sempre te falar a verdade, te defender, rir e chorar com você, tem tudo. Eu digo isso, porque eu tenho essas amigas. Não só em Dani, paty e Bel, mas como em algumas outras poucas pessoas também. E olha que algumas não moram nem no mesmo estado que eu, hein rsrsrsrs né Tata? Rsrsrsrs

‘-Esse momento vai ficar guardado para sempre na nossa memória – disse Aninha – Todo mundo duvidava que, sendo tão diferentes umas das outras, a gente ficaria tão amigas.’ – pág 192

Tudo o que eu posso dizer é que amei o modo como a paty escreve, como mostra seus pontos de vista, como consegue nos envolver em uma história que para muitos vai parecer simples, mas que na verdade foi ou é a adolescência de todos nós.

A paty de um modo muito simples, está mostrando a adolescentes e adultos, o valor da amizade na vida de uma pessoa.


‘- Uma ajudou a outra em tudo. Amizade é para isso. Para os momentos alegres e para apoiar nos difíceis também – Ingrid falou já com lágrimas nos olhos. ‘ – pág 192


Sabe aquele grupo de melhores amigas? No colégio, fora dele, nas festas, em tudo, você está com elas, elas sabem tudo sobre sua vida, e você sabe delas. Vocês riem juntas, sofrem juntas, e estão sempre contando uma com a outra.

É exatamente esse tipo de amizade que é tratado no livro ‘As Mais’, quatro amigas de 14 anos que estudam no mesmo colégio, e moram no mesmo bairro. Diferentes entre si, mas unidas de tal forma que as diferenças pouco importam.

Uma professora delas, no final de um ano letivo, dá a ideia de elas escreverem um livro, contando sobre suas vidas, o que passariam no ano seguinte. Elas, então, conversam sobre o assunto e resolvem fazer. Cada uma fica encarregada de um trimestre, e seguem a sigla ‘MAIS’. Mari, Aninha, Ingrid e Susana.

Em cada parte, cada menina conta seus sonhos, paixões, decepções e alegrias. E ao ler você vai sentindo cada emoção junto delas, vai se identificando com algumas das personagens. Eu particularmente me identifiquei com um pouco de cada, e vi em algumas atitudes e pensamentos dela, o que eu fazia e pensava com 14 pra 15 anos. Os primeiros amores, as dificuldades em certas matérias, o esporte, paixão por livros.

‘Ah, essa minha mania de comparar a vida com os livros! Quando eu vejo, já estou me colocando no lugar das personagens, Só que o livro é ficção, Ana Paula! Isso aqui é vida real. ‘ – pág 67


Fiquei encantada com o livro, e acho que não só as meninas dessa faixa etária deveriam ler. É uma volta ao passado em apenas 200 páginas, rende algumas boas risadas e é uma ótima leitura.

Da mesma forma que aconteceu com a Paula Pimenta, eu desejava ter lido tais livros com 15 anos, mas já que não pude, fico feliz em saber que as meninas com tal idade estão muito bem servidas de livros desse assunto, e melhor, com autoras brasileiras! Recomendado a todos!


As mais é um livro para você ler com 15, 20 ou 50 anos! Recomendaaaamoooos! 


Para quem quiser mais informações, a Paty tem um blog http://patriciabarboza.com/          ...e...
Tem Twitter... https://twitter.com/#!/patbarboza