Minhas impressões (MI-09/13): O Milagre - Nicholas Sparks Editora Agir

Este livro está na minha lista de desejos para ler há muito tempo, mas o deixei de lado por causa da Editora… sim eu gostava da editora, quando a Agir ainda fazia um serviço de marketing bom ou razoável, lançava os livros com uma certa frequência, não enrolava com as séries e nem com livros de excelentes autores (Richelle Mead e Maggie Stievfater e seus fãs, como eu, que o digam), mas de tempos pra cá… nem quero saber o que está acontecendo na tal Editora…

Precisei pegar 'O Milagre' emprestado de minha mãe, já que descobri que ele vem antes do livro 'A primeira vista' lançado 'quase' recentemente pela Editora Arqueiro… então segue a resenha de mais um livro Nicholas Sparks por aqui.



Sinopse (quarta capa)


Minhas impressões


Jeremy Marsh é um jornalista investigativo, daqueles que pesquisa todos os pormenores e desmascara fraudes, provando cientificamente os porquês… ele está famoso por, recentemente, ter desmascarado mais um 'médium' que descobria tudo que os mortos queridos das pessoas tinham para dizer-lhes…

"Cético por natureza, era dotado da rara capacidade de explicar conceitos científicos difíceis de uma forma que o leitor mediano conseguisse entender, e seus artigos haviam sido publicados por centenas de revistas e jornais ao redor do mundo. A desmistificação científica, para ele, era tão nobre quanto importante, mesmo que o público nem sempre gostasse."  pag 13

Jeremy segue para Carolina do Norte, para uma pequena cidade perdida no mapa, a fim de pesquisar sobre as luzes misteriosas que aparecem no seu cemitério… após ter recebido uma carta de Doris McCllelan, uma moradora da cidade.


"Jeremy fechou os olhos. Ele pensou no porquê de Maria tê-lo deixado, e por um longo momento Doris não disse absolutamente nada. Ao contrário, ela simplesmente olhou para ele, como se tentasse fazer com que ele falasse alguma coisa.
Ele já havia passado por isso antes. Inúmeras vezes. Ele sabia o bastante para ficar calado, e quando ela continuou em silêncio, ele sabia que a tinha na mão. Subitamente, ela estremeceu - não era de surpreender, Jeremy pensou, já que fazia parte do show - e imediatamente soltou as mãos dele." pag 53



Quando ele conhece a bibliotecária da cidade Lexie Darnell, ele logo fica interessado e com sua ajuda ele começa a pesquisar a história e algumas coisas a respeito de Boone Creek.


"Jeremy ergueu os olhos ao ouvir sua voz, e por alguns instantes pareceu ter congelado no lugar em que estava. Então, sorriu imediatamente ao reconhecê-la. Ele pareceu bastante amigável - tinha uma covinha linda -, mas o sorriso era um pouco estudado e não foi suficiente para ofuscar a confiança que havia em seus olhos." pag 66

Jeremy e Lexie tiveram relacionamentos um tanto quanto traumáticos, mas se sentiram atraídos um pelo outro e eles tem uma relação de amizade, de certa forma fácil, apesar do ceticismo de Jeremy... mas eles se entendem, se ajudam e Jeremy consegue ir descobrindo o(s) mistério(s) de Boone Creek e até se encantando com a cidadezinha e seus moradores.

"- Interessante - observou Jeremy.
- Parece que você ainda não acredita em magia de nenhum tipo?
- Não - ele falou.
- Isso é triste - ela disse. - Porque às vezes ela existe.
Ele sorriu. - Bom, talvez eu encontre alguma coisa que me faça mudar de ideia enquanto estiver por aqui.
Ela também sorriu. - Você já encontrou. Só que é teimoso demais para acreditar nisso." pag 126


Não consigo decidir qual foi a minha sensação com este livro, eu gostei, mas não amei, o casal é fofo, mas Lexie é muito complicada, eu entendi que ela tem traumas e viveu histórias de amores complicadas, mas por favor… ela complicou demais a sua vida e por consequência a vida do fofo do Jeremy.

"- Você e eu... não somos parecidos, por mais que você queira pensar que somos. Você está lá, eu estou aqui. Você tem uma grande família que costuma visitar com frequência, eu só tenho Doris, e ela precisa de mim aqui, principalmente agora, por causa de sua saúde. Você gosta de cidades, eu prefiro pequenos vilarejos. Você tem uma carreira que adora, e eu... bem, eu tenho a biblioteca e daquilo que escolhemos para nossas vidas... - ela fechou os olhos rapidamente." pag 240

O final é muito bonitinho, mas já estou com medo de pegar o próximo livro... já me avisaram para eu preparar os lencinhos... e eu já estou desconfiada do que pode acontecer.

"- Entaõ me diga, sr. Jornalista Científico, ainda duvida da existência de milagres?
- Eu já lhe disse. Você é meu milagre." pag 325


Capa original

Mais algumas citações


" Uma vez dentro dele avisou-o para não deixar que suas emoções ditassem suas ações, e, racionalmente, ele não conseguia ver nenhum resultado positivo se saísse perambulando atrás dela." pag 205

"Em sua nova, mais madura encarnação, abraçou-a a ideia de que maturidade significava calcular o risco muito antes de avaliar a recompensa, e que sucesso e felicidade na vida se conquistavam tanto evitando os erros quanto deixando sua própria marca no mundo." pag 208

"Por mais que se considerasse independente, por mais que tentasse minimizar os comentários constantes de Doris, não conseguia evitar o desejo de compartilhar, de dividir sua intimidade. Nem precisava ser casamento; às vezes, tudo o que queria era experimentar aquela ansiedade que antecedia a chegada da noite de sexta ou do sábado. Sentia vontade de passar a manhã deitada na cama com alguém de quem gostasse, e por mais improvável que pudesse parecer a ideia, era Jeremy quem ela insistia em imaginar a seu lado." 217


4 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.