Minhas impressões (MI-03/14): Sedução ao amanhecer - @LisaKleypas #Hathaways02 #RomEpocaArqueiro @editoraarqueiro

Esta semana está sendo de Romances de Época, que eu amo tanto, e como eu ainda estou devendo esta e mais uma resenha dos Romances de época da Arqueiro, e já coloquei Madeline Hunter antes, hoje venho com Lisa Kleypas que é diva... esta série 'Os Hathaways' me conquistou...



THE HATHAWAYS a série:
  1. Mine Till Midnight - Desejo à meia-noite
  2. Seduce Me at Sunrise - Sedução ao amanhecer
  3. Tempt Me at Twilight - Tentação ao pôr do sol (já a venda)
  4. Married by Morning
  5. Love in the Afternoon

Sinopse (clique na imagem e leia um trecho)

Minhas impressões

No primeiro livro da série acompanhamos a história de amor de Amelia Hathaway e Cam Rohan, agora vamos conhecer a história de amor (de sempre) de Win Hathaway e Kev Merripen (ela a irmã doente, que se curou, mas não muito bem, de uma epidemia de escarlatina) e ele também um cigano, mas que foi 'adotado' pelos Hathaway, depois de ter sido abandonado, quase à morte, por sua tribo, mais especificamente seu tio. Isso doze anos antes da história começar... eles eram crianças, no início da adolescência.

Winnifred é a terceira dos filhos Hathaway, desde sempre foi como um anjo, linda e boa, e foi por causa dela que Merripen, um cigano criado para lutar, como um 'galo de rinha', mas criado sem amor e carinho, e tratado pelo tio que o criava pior do que um cachorro, sem alimento direito, apenas para lutar... mas quando a tribo cigana deles foi atacada pelos 'brancos' (gadje), ele foi deixado quase à morte, mas um gadjo bom o encontrou, o levou para casa, cuidou dele... este era o Sr. Hathaway, o pai de Win e todos os Hathaway que conhecemos. Enquanto Merripen se recuperava na casa dos Hathaway ele só pensava em ir embora, mas quando estava se preparando para fugir, Win vai visitá-lo pela primeira vez, e ele que já a 'conhecia', pela voz, pela presença doce, que ele apenas sentia... ele acaba ficando.

"Ele jamais havia pensado que uma gadji poderia se comparar a meninas cigana. Mas essa era impressionante, uma criatura transcendental, branca como a lua, com cabelos louros platinados e traços que mesclavam ternura e seriedade. Ela parecia calorosa, inocente e doce. Tudo o que ele não era. Todo o seu ser reagia tão intensamente a ela que Kev estendeu a mão e segurou a menina com um gemido abafado.
Ela arfou, mas não resistiu. Kev sabia que não era certo tocá-la. Não sabia como ser gentil. Ele a magoaria sem querer. Mas ela relaxou em seus braços e o encarou com seus profundos olhos azuis." pag 22

Neste livro vemos como os Hathaway, pais, morreram, a dor de Leo, perdendo sua amada, Laura, e a luta de Amelia e Merripen para curarem Leo e Win da escarlatina, que havia levado Laura e que agora acometia os dois irmãos.

"Ela e Kev não dormiam o suficiente, porque se revezavam cuidando dos irmãos enfermos. Amelia entrou na cozinha e encontrou Kev fervendo água para preparar o chá.
(...)
- O que pode ser feito? Sussurrou Amelia, cruzando os braços.
Kev esfregou os olhos cansados.
- Já ouviu falar em uma planta chamada beladona?
- Não. - Amelia só conhecia as ervas usadas na culinária.
- Só desabrocha à noite. Quando o sol aparece, as flores morrem. Havia um drabengro, um 'homem de venenos', em minha tribo. Às vezes ele me mandava buscar as plantas que eram difíceis de encontrar. Esse homem me disse que a beladona era a erva mais poderosa que ele conhecia. Podia matar um homem, mas também podia trazer de volta alguém que estivesse à beira da morte." pag 41

E Amélia e Merripen conseguiram trazer de volta Leo e Win, mas ela ficou com sequelas, sempre fraca e os médicos diziam que assim seria até a sua morte prematura, mas quando Amelia se casou com Cam (um cigano cheio de sorte e de dinheiro) eles conseguiram um médico, na França, que dizia possível curar Win... e é assim que começa o livro com Win se despedindo e declarando todo seu amor para Merripen, e dizendo que ela estava indo para se curar para ele... mas ele não consegue lidar nem com o afastamento e com a declaração dela, ele não se acha digno dela.

Passados alguns anos do tratamento de Win, depois que Kev Merripen, está quase terminando com muita competência, a reforma da casa, quase arruinada, que Leo herdara no primeiro livro, assim como um título de ... Win e Leo retornam para a Inglaterra para encontrar toda a família (Amelia e Cam, Poppy e Beatrix, além é claro de Merripen) eles trazem junto o médico que curou Win, o Dr. Julian Harrow, que parece ter um interesse amoroso em Win.

"- Winnnifred - disse ele com gentileza -, agora que estamos longe da clínica, a vida não será tão regrada. Você tem que proteger sua saúde. Certifique-se de repousar à noite, por mais tentador que seja permanecer acordada.
- Sim doutor -respondeu ela sorrindo." pag 59

Com a chegada de Win, Merripen sofre, por querê-la, por amá-la, muito, e se achar não merecedor dela, mas quando eles estão juntos eles não conseguem ficar longe, sem se beijarem, ou mais, mas a teimosia dele poderá afastá-los. E quem sabe entregá-la aos braços do doutor Harrow...

"Merripen a puxou para perto e para cima.
- Todos os fogos do inferno poderiam arder por mil anos e não se igualariam ao ardor do que sinto por você em um minuto do dia. Eu a amo tanto que não há prazer nisso. Nada além de tormento. Porque se eu pudesse diluir o que sinto por você a uma milionésima parte, o resultado ainda seria suficiente para matá-la. E, mesmo que isso me leve à loucura, prefiro vê-la viva nos braços daquele canalha frio e sem alma do que morta nos meus braços." pag 130


Mas o amor dos dois é imenso, toda a família sabe disso e quer interceder por eles, mas apenas Leo, consegue com suas palavras (de quem perdeu um grande amor) convencer Merripen a agir.

"Merripen ficou imóvel, com a expressão contorcida e a morte nos olhos.
- Ela é forte - insistiu Leo. - Passei dois anos com Win, vendo minha irmã enfrentar desafio após desafio. Depois de todas as batalhas que travou, ela tem o direito de tomar as próprias decisões. (...) E se você é o homem que ela quer, não seja idiota a ponto de rejeitá-la. - Leo coçou a testa com ar cansado. - Nem você nem eu valemos nada - murmurou ele. - Ah, você pode cuidar da propriedade, me ensinar como atualizar os livros contábeis, cuidar dos colonos e do estoque da despensa fétida. Acho que vamos manter tudo em ordem. Mas estaremos apenas meio vivos, como muitos homens por aí. A diferença é que nós sabemos disso.
(...)
- Céus! - disse Leo com voz rouca. - Se tinha coragem para morrer com ela, não acha que poderia encontrar coragem para viver com ela? " pag 164/165

Mesmo depois de estarem juntos Win e Merripen passam por dificuldades, assim como Amelia e Cam... e alguns segredos são desvendados e coisas que fazem a história da familia Hathaway ficar ainda melhor...



Adorei, ainda mais, a forma de Lisa Kleypas escrever, porque mesmo que ela conte a história de amor de um membro da família, ela não esquece de nos contar com alguns detalhes sobre os outros... já quero ansiosamente os próximos livros, o terceiro chega às livrarias na semana que vem:

6 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.